Freios

Tudo o que anda tem que parar. Do que adianta estabilidadedirigibilidadeconforto e potência se na hora de frear houver alguma falha? Por isso, fique com atenção redobrada quanto ao sistema de freios. Revisar o veículo sem verificar os freios é extremamente arriscado e perigoso, pois o sistema de frenagem sofre desgaste constante diariamente. O sistema de freio é um sistema hidráulico, ou seja, para funcionar perfeitamente, não pode haver vazamento em seus componentes.

Os discos, as pastilhas e o tambor são os componentes que atuam diretamente na roda do veículo fazendo com que o carro pare quando se pisa no pedal. Discos e pastilhas, normalmente localizados na parte dianteira, são responsáveis por cerca de 70% a 80% da eficiência do freio de um automóvel. Ao observar a espessura das pastilhas de freio e perceber sinal de desgaste acentuado, proceda imediatamente a troca das mesmas conforme a recomendação do fabricante do veículo. O conjunto de tambor e lona fica alojado na roda traseira. Os freios traseiros, apesar de serem menos exigidos em relação aos dianteiros, também merecem inspeção periódica.

Outro componente a ser avaliado é o fluido do freio, responsável por transmitir a pressão hidráulica gerada no cilindro mestre ao sistema. O fluido deve ser substituído a cada ano ou 10 mil km; passando disso a eficiência em acionar os freios começa a cair. Aliás, a falta de fluido pode ocasionar na completa perda dos freios. Ao realizar os serviços de troca do fluido, certifique-se de que o produto utilizado atende às normas reguladoras, seguindo sempre as orientações do fabricante.

Dependendo da forma de utilização do veículo, o sistema de freios pode apresentar alguns problemas, são eles:

  • Vibração e desvio de rota na hora de frear.
  • Curso muito longo da alavanca de freio de mão.
  • Altura do pedal desregulada (baixa e alta).
  • Constantes barulhos quando se pisa no freio.

ABS - Sistema Eletrônico

Alguns modelos de veículos também estão equipados com ABS, um sistema “inteligente” que evita que as rodas travem quando o freio é acionado de forma mais intensa, contribuindo para uma frenagem mais segura, em menor espaço e mantendo a trajetória do veículo ao acionar o freio.

Recomendações:

  • Quando da revisão de seu veículo, fique atento a ruídos na frenagem, ao nível do fluido de freio, à perda de eficiência e ao endurecimento do pedal de freio.
  • Jamais misture fluidos de marcas diferentes no reservatório.
  • Se o reservatório do fluido de freio estiver abaixo do nível mínimo, não o complete; proceda para revisão e manutenção.
  • Nunca utilize o freio de mão com o veículo em movimento.
  • Alavanca muito alta é sinal de freio de mão desregulado. Verifique, portanto, o estado das lonas para freios e cabos.
  • Na troca dos componentes do sistema de freio use apenas peças originais. Pastilhas e lonas de freio de marcas desconhecidas podem causar danos irreversíveis, assim como ocasionar desgastes prematuros no disco de freio e no tambor.

Complicado? Não se preocupe, os técnicos do Imperial Centrocar estão à disposição para sanar qualquer dúvida.

 

OS MELHORES PARCEIROS

Em 1900, Harvey S. Firestone (1868-1938) fundou a empresa The Firestone Tire & Rubber Company, com apenas 12 funcionários e tornou-se uma empresa poderosa. Seus grandes sonhos em um único pensamento: ""Melhor Hoje – Ainda melhor amanhã""




Assine Nossa Newsletter para receber
nossas novidades e promoções!


Imperial Centro Car

- Matriz: Av. Miguel rosa, 4464 - Nossa Senhora das graças - Fone: (86) 2107-4088
- Filial 1: Rua Angélica, 107 - Jockey - Fone: (86) 2107-4141
- Filial 2: Av. Joaquim Nelson, 2571 - Dirceu - Fone: (86) 3236-4793

© Copyright 2015 Imperial Centrocar layout Weydson Lima